No Dia da Educação, mobilização debate prioridades na agenda de estudantes e educadores no Brasil

29 abr 2022

No Dia da Educação, 28 de abril, a quarta edição da mobilização #Nem1PraTrás, promovida pela Fundação Roberto Marinho e uma aliança estratégica de parceiros, reúne quase 200 instituições para sensibilizar a sociedade sobre os desafios mais urgentes da educação no país. Este ano, o foco são as ações de mitigação dos efeitos da pandemia de Covid-19, como enfrentamento da evasão escolar, superação das lacunas de aprendizagem, ações de acolhimento e promoção da inclusão e fluência digital.

A data será marcada com o encontro online “Classes Abertas”, no YouTube do Canal Futura, das 17h às 19h, que reunirá especialistas para debater um tema alinhado às expectativas de profissionais de educação, estudantes, familiares, gestores, especialistas e organizações: “O que é prioridade na agenda da educação no Brasil?”.

— A cada ano percebo que mobilizações como essa engajam mais e mais instituições sobre as emergências da educação, sobretudo agora, após dois anos de pandemia e com problemas que vão desde as lacunas do aprendizado à evasão escolar. Nesse ano mobilizamos mais de 150 parceiros na aliança e, com certeza, cada um deles, junto com a Fundação Roberto Marinho, potencializa vozes, ilumina práticas, questiona processos e, claro, transforma realidades nesta jornada — afirma José Brito, gerente se Comunicação e Divulgação da Fundação Roberto Marinho.

O debate vai contar com a participação de Lucinei Tavoni Bueno, diretora de escola em São Paulo e especialista em gestão escolar; Luiz Miguel Martins Garcia, presidente da União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime); Manoel Santana, professor da rede estadual da Paraíba e de Pernambuco; Olavo Nogueira Filho, diretor-executivo do Todos Pela Educação; e Waldete Tristão, escritora e especialista em gestão na educação infantil e relações raciais.

Diante de um cenário desafiador, o “Classes Abertas” vai promover um momento de escuta e compartilhamento de experiências e evidências que possam impactar positivamente no desenvolvimento e avanço das políticas públicas prioritárias para a Educação básica no Brasil. “Para estimular o debate sobre as prioridades da educação no país, é fundamental promover encontros que contribuam para uma visão sistêmica e transversal das agendas estratégicas da educação no Brasil, a partir dos dados, experiências e soluções concretas”, ressalta João Alegria, secretário geral da Fundação Roberto Marinho.

A mediação do debate ficará a cargo da jornalista Ana Carolina Malvão, do Canal Futura. Inaugurando novo formato no Classes Abertas, a jornalista vai dividir o estúdio com Rosana Barroso, presidente da União Brasileira dos Estudantes Secundaristas (UBES), que vai contribuir com sua perspectiva sobre educação no Brasil e trazer as perguntas de quem participa do encontro via redes sociais.

Movimento #Nem1PraTrás

Entre os participantes da mobilização do Dia da Educação, estão instituições como Instituto Ayrton Senna, Fundação Maria Cecília Souto Vidigal, Itaú Social e Instituto Península. As ações do Dia da Educação reforçam o Movimento #Nem1PraTrás e incentivam o uso das hashtags #Nem1SemProfessor, #DiadaEducação e #Nem1PraTrás nas redes para o compartilhamento de experiências e informações. Dados sobre educação e iniciativas das instituições parceiras estão em diadaeducacao.org.

“O objetivo é apoiar e estimular as boas práticas Brasil afora, levando em conta as diferenças regionais, para que professores, alunos e famílias superem as dificuldades de forma eficiente”, reforça João Alegria.

Entre as iniciativas da Fundação Roberto Marinho e do Canal Futura na semana da educação está também a estreia da nova temporada da série “Destino: Educação”, com o tema “Políticas Públicas”, no dia 25. Realizada em parceria com o SESI, a série mostra resultados de políticas bem-sucedidas em escolas nacionais e internacionais. A iniciativa conta também com websérie e curso online. O Futura também terá programação especial para a semana, com edições do programa Conexão, Debate e episódio do podcast Chão de Escola.

O Movimento LED – Luz na Educação, parceria com a TV Globo, também faz parte da mobilização. A iniciativa tem o objetivo de iluminar práticas inovadoras na educação brasileira e de reconhecer quem está revolucionando o cenário do setor. A premiação é voltada para educadores, estudantes empreendedores e criadores que atuam na temática da Educação.

Crédito da Charge.: Ivan Cabral

Fonte.: Extra


%d blogueiros gostam disto: