Participação em audiências públicas interativas rende horas de curso para estudantes

6 jun 2019

Assistir e participar on-line de audiências públicas e demais eventos interativos do Senado representa não apenas ganhos para a cidadania, como também para o desempenho acadêmico. O estudante de ensino superior que envia pergunta ou comentário por meio do Portal e-Cidadania, tem direito a declaração de participação que pode garantir horas complementares para seu curso.

Do ano passado para cá, mais de 4,6 mil pessoas de todo o Brasil imprimiram declarações, nas quais constam as mensagens enviadas. Dessa forma, o professor consegue avaliar o nível de aprendizado e a capacidade argumentativa do aluno.

— Alguns professores já estão olhando essa interação como uma atividade extraclasse, quase como um dever de casa — afirmou Alisson Bruno de Queiroz, da Coordenação de Apoio ao Programa e-Cidadania.

Alisson ressaltou que os eventos interativos do Senado, como sabatinas, palestras e, em especial, as audiências públicas, são fontes de muito aprendizado. Nessas ocasiões, especialistas de notório conhecimento debatem com senadores sobre temas variados, desde política monetária até a formação profissional de professores.

Relevância

O interesse pela economia levou Ruan Cauê de Medeiros Nunes, analista de investimentos e aluno de MBA em Finanças, a acompanhar pela internet audiência pública interativa sobre salário mínimo, realizada recentemente.

— Chamou a atenção a densidade da discussão, que se estendeu por mais de três horas — comentou Ruan, que na ocasião também enviou sua mensagem.

Desde 2018, mais de sete mil pessoas participaram pela internet de centenas de eventos interativos no Senado. Os parlamentares responderam perguntas ao vivo em cerca de 60% desses eventos. A média é de cinco perguntas ou comentários lidos pelos parlamentares, por transmissão. A TV Senado ainda coloca no ar o conteúdo, o nome e o estado de origem do participante.

Segundo Alisson, todas as manifestações dos cidadãos enviaradas para o portal são avaliadas e chegam às mãos dos senadores.

Como participar

Quem envia mensagem recebe uma declaração com o tempo de duração do evento, transcrição do comentário ou pergunta e um código eletrônico de verificação de autenticidade.

Para participar, o cidadão deve fazer um cadastro simples no Portal e-Cidadania (clique aqui), utilizando e-mail válido ou conta do Facebook ou do Google.

No Portal, o cidadão também pode enviar ideias para criação de leis (ideia legislativa) e opinar sobre todos os projetos em tramitação no Senado.

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)

Fonte.: Senado Federal

Anúncios

%d blogueiros gostam disto: